01.ARQUIVOS | 02. LINKS | 03. CONTACTO

como calha

viver no lixo ou na cama casar na cama ou na capela putas vinho e cinderela caça ao fim-de-semana ganhar o pão de gravata a chafurdar-me na lama ficar para sempre com a manuela ou não se ama como calha por que é que não é tudo como calha nem mesmo no acaso a culpa falha bem que podia ser tudo como calha. matar a velha das finanças ou ser verde e amoroso no andanças a encher as freaks todas de esperanças e lembranças uma vida de caganças juntar-me a um homem lindo ou fingir que vou dormindo onde calha por que é que não é tudo como calha nem mesmo no acaso a culpa falha bem que podia ser tudo como calha. fica sempre tanta gente para trás ou é para a frente nem me lembro agora tanto faz os ofícios as rotinas que escaparam rapaz as mentiras as meninas que deixaste em paz as leituras as viagens as carreiras que deixaste em paz já perdeste um companheiro e estás inteiro sem os sonhos que deixaste em paz a velha ganância a namorada de infância a casa no bairro o carro e tudo o que não volta atrás do karma que deixaste em paz.

como calha, b fachada

« § »