01.ARQUIVOS | 02. LINKS | 03. CONTACTO

arquivo do mês: [06, 2010]

filmes vistos em junho

à deriva ~ heitor dhalia, 2009 ****

mr.nobody ~ jaco van dormael, 2009 ***

hud ~ martin ritt, 1963 *****

marty ~ delbert man, 1955 ****

le monde du silence ~ jacques-yves cousteau & louis malle, 1956 ***

friendly persuasion ~ william wyler, 1956 ***

LETYAT ZHURAVL (the cranes are flying) ~ mikhail kalatozov, 1957 *****

sex, lies and videotape ~ steven soderbergh, 1989 ****

little children, todd field, 2006 ****

passengers, rodrigo garcia, 2008 **

orfeu negro ~ marcel camus, 1959 ****

Orfeu Negro

A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar.

[orfeu negro ~ marcel camus, 1959 / a felicidade ~ vinicius de moraes]

da perda

[orfeu negro ~ marcel camus, 1959]

solidão

há uma festa na minha cabeça e ninguém foi convidado!
a solidão dá-me prazer.

[versão livre de solitude is a bliss ~ tame impala, 2010]

mar com poeta dentro

o corpo da ilha não tem nome
próprio de quem se rodeia de orvalhos antigos.
quando navega não tem
rumo nem destino.
no cais a penumbra branca desce
sobre a viagem adormecida.

desconhece-se que poeta foi ver o mar por dentro.
mas sabe-se quem grafitou com sonhos
os muros da solidão.

andanças de pedra e cal ~ álamo de oliveira, 2010
(via livraria solmar)

dreamers

they weren’t good dreamers
they weren’t
bad dreamers
but, my god, they were
dreamers.

gilbert and george, the sculptors
london 1979

we are only human sculptors

we are only human sculptors in that we get up every day, walking sometimes, reading rarely, eating often, thinking always, smoking moderately, enjoying enjoyment, looking, relaxing to see, loving nightly, finding amusent, encouraging life, fighting boredom, being natural, daydreaming, travelling along, drawing occasionally, talking lightly, tea drinking, feeling tired, dancing sometimes, philosophing a lot, criticising never,  whistling tunefully, dying very slowly, laughing nervously, greeting politely and waiting till the day breaks.

gilbert and george, the sculptors
london 1979

do amor

[letyat zhuravl  ~ mikhail kalatozov, 1957]

the cranes are flying

é inevitável não se sentir algum desalento ao ver este filme; a dor e culpa de verónica são tão verosímeis que nos causam um aperto no corpo como se pudesse ser possível conforta-la.

[LETYAT ZHURAVL ~ mikhail kalatozov, 1957]

s.joão

o numero 714 da rua de camões sempre primou pelas montras; agora para o concurso das montras de s.joão recupera a ideia de television as a fireplace para simular uma fogueira de s.joão, põe manjericos a ‘salta-la’ e permite aos transeuntes escreverem quadras no vidro. para mim temos vencedor…

um bom s.joão para todos.

« Anteriores §