01.ARQUIVOS | 02. LINKS | 03. CONTACTO

arquivo do mês: [03, 2010]

Filmes vistos em Março

>> em casa

brothers ~ jim sheridan, 2009 ***

an education ~ lone scherfig, 2009 ****

cold souls ~ sophie barthes, 2009 ****

>> no cinema

alice in wonderland ~ tim burton, 2010 ***
(nun’alvares)

shutter island ~ martin scorsese, 2010 ***
(nun’alvares)

the imaginarium of doctor parnassus ~ terry gilliam, 2009 *
(nun’alvares)

wien-praha [2]

sacher torte vs trdlo

wien-praha [1]

wien_praha

não desgosto em viajar sozinho. habituei-me a escutar os outros e a fixar barulho das ruas. a viagem de comboio entre viena e praga foi longa, cerca de 5 horas em segunda classe, numa cabina razoável e dividida com um casal austríaco, passageiros frequentes da obb de viagem até praga, e um checo de faca de mato na perna e que desenhava armaduras medievais, viajando de breclav até pardubice. pouco conversadores, o que também não desgosto. não consigo fazer conversa, para manter o tempo, com desconhecidos que se sentam ao meu lado. o mesmo nos aviões. regressei, lentamente.

vai/vem

ferias

wien & praha
nos próximos dias, estarei longe.

versão livre #22: answer to yourself

mixtape22

1. i was a cloud ~ shearwater
2. high and low ~ sambassadeur
3. rulers, ruling all things ~ midlake
4. all you can hide inside ~ the strange boys
5. eid ma clack shaw ~ bill callahan
6. from silence ~ doveman
7. it’s not supossed to be that way ~ phosphorescent
8. a token of gratitude ~ the radio dept.
9. does not suffice ~ joanna newsom
10. everytime i’m with you ~ danger mouse & sparklehorse
11. take care ~ beach house
12. palimend ~ benoit pioulard

12 músicas, 50.56 mins, 70mb [ouvir&download]
há algo de errado nos nossos corações
que quando batem puros,
facilmente se esgotam.

cartasdeamor

hall de entrada do meu prédio.
a tentação de trazer o caixote comigo foi enorme….

dor

o coração é como uma pedra,
e é essa pedra que atirámos ao horizonte.

[versão livre de 10 mile stereo ~ beach house, 2010]

auto-retrato

egon_schiele_029

egon schiele

sobre a água

é quente a noite dos nossos corpos. por isso dormimos sobre a água. por isso nos evaporamos como se uma canção antiga. por isso a terra inteira.

[pag.46 ~ a prisão e paixão de egon schiele, vasco gato]

tu

estás no meu pensamento como a flecha no flanco vivo da presa.

[pag.28 ~ a prisão e paixão de egon schiele, vasco gato]

« Anteriores §