01.ARQUIVOS | 02. LINKS | 03. CONTACTO

a relatividade

não

Durante toda a sua vida achava que era o melhor de todos; agora, achava que não havia pior do que ele próprio.

[the last emperor ~ bernardo bertolucci, 1987]

um: quando o filme estreou devia ter uns cinco anos, entretanto vi ´the sheltering sky’ e ‘dreamers’, deixando este último imperador para mais tarde constantemente…

dois: foram 218 minutos (na versão do realizador) verdadeiramente emocionantes e apesar da duração poder parecer entediante, a empatia com aquele homem perdido ultrapassa esse promenor.

três: a propósito de versões do realizador, ler este post no phantomlimb.

« § »