01.ARQUIVOS | 02. LINKS | 03. CONTACTO

arquivo do mês: [01, 2007]

Tópicos para um tempo que não quer passar

. esperar que entre o raiar do luscofusco haja alguma esperança que tenha fugido do horizonte.

. sentir o bater dessincronizado da minha vida até te encontrar.

a escolha de cada dia

a ilha é um presente que te foi dado ao nasceres ilheu. condenação ou felicidade, isso é a escolha de cada dia.

escreveu-me uma vez lucia costa melo

Filmes vistos em Janeiro

Yen Yan (The Banquet) ~ Xiaogang Feng, 2006 **

Apocalypto ~ Mel Gibson, 2006 ***

Borat ~ Larry Charles, 2006 *

Human Nature ~ Michael Gondry, 2001 ***

Les amants réguliers ~ Philippe Garrel,2006 *****

justos

sobre o sonho dos justos poder-se-ia dizer que encontrariam a felicidade.

da solidão

les amants regulieres.

é incrivel a solidão no coração de cada homem.

[les amants réguliers ~ philippe garrel,2006]

o fio do horizonte

continuo a sentir a imensa vontade de agarrar esse contínuo. mesmo sabendo o que há para além dele. agora não está o desconhecido, estás tu…

ilha

o meu cérebro produzia ilhas.
e pergunta-se: em que direcção, a partir do centro do mapa, está a ilha? a norte.

elizabeth bishop, em ‘geografia III’

sobre o regresso

sobre o regresso

# cento e oitenta. caderno preto.

Origem

APELOEH: expressão açoriana que parece derivar da expressão “apelo eu” reflectindo um desejo da não concretização de um acontecimento adverso.

POSSIBILIDADE DE UMA ILHA: título de uma obra de Michel Houellebecq sobre um cómico que se destacou pelos seus monólogos caústicos acerca da existência cruel. Algures, no livro, pode-se ler: “E o amor, sítio das maravilhas,/ onde tudo é dado no momento;/ Existe no meio do tempo/ A possibilidade de uma ilha”.

§